Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

2. Bibliografia Básica

Pequena lista de obras para conhecer mais sobre a Língua, a Literatura e a Cultura Armênia:

 

Cultura

HAMALIAN, L. (1978/2004). “Amid Bounting, Longing”. In: Burn After Reading. New York, Ararat Press, pp.106-111, 1978; publicado novamente em Ararat, vol. XLV, no. 179, Summer, 2004. “Cercado de generosidade e saudoso". Tradução de Deize C. Pereira (inédita).

HAMALIAN, L. (2001). "Uma pequena questão de identidade". In: Armenusp I: Cadernos de Armênio. São Paulo, Humanitas, FFLCH/USP, p.123-137. Tradução de Rosana de S. Costa.

Genocídio

KERIMIAN, Nubar (1998). Massacre de armênios. São Paulo, Comunidade da Igreja Apostólica Armênia do Brasil.

MARTINS, A. H. C. (2007a). "O genocídio da Primeira Nação Inteiramente Cristã". Ética e Filosofia, edição especial, Junho de 2007. Publicação eletrônica: www.eticaefilosofia.ufjf.br

MARTINS, A. H. C. (2007b). "Armênia, um povo em luta pela liberdade: o mais longo genocídio da história". Ética e Filosofia, edição especial, Junho de 2007. Publicação eletrônica: www.eticaefilosofia.ufjf.br

PINHEIRO, P. S. (1994). Um genocídio em julgamento: O processo Talaat Paxá na República de Weimar. Rio de Janeiro, Paz e Terra. Tradução de Erlon Paschoal, prefácio de Paulo Sérgio Pinheiro.

SUMMA, R. F. (2007). "Vozes Armênias: memórias de um Genocídio". Ética e Filosofia, edição especial, Junho de 2007. Publicação eletrônica: www.eticaefilosofia.ufjf.br

TOYNBEE, A. (1993). Atrocidades Turcas na Armênia: Denúncias de grandes personalidades. São Paulo, Paz e Terra. 

História

ALEM, Jean Pierre. (1961). A Armênia. São Paulo, Difusão Européia do Livro. Tradução de Arakcy Kafejian Martins Rodrigues.

ARTZRUNI, Ashot. (1976). História do povo armênio. São Paulo, Comunidade da Igreja Católica Apostólica Armênia do Brasil.

KEROUZIAN, Y.O. (1964). O Povo Armênio e sua Evolução Histórica. Revista de História no. 58, abril-junho de 1964, p.257-293.

KHORENATSI, M. (1978). History of the Armenians. Cambridge, Massachusetts; London, England, Harvard University Press. Tradução para o inglês de Robert W. Thompson. Capítulos 30 a 34 da Parte II referentes à adoção do cristianismo, e capítulos 47, 52, 53 e 67 da Parte III referentes à criação do alfabeto. Tradução para o português de Deize C. Pereira (inédita).

LANG, D.M. (1968). Armenia: Cradle of Civilization. London, George Allen & Unwin Ltd. 

MEKHITARIAN, N. (2005). O Reino Armênio da Cilícia e História de Zeytun. São Paulo, Edições Inteligentes.

SAPSEZIAN, A. (1988). História da Armênia. Rio de Janeiro, Paz e Terra.

Imigração

GRÜN, Roberto (1992). Negócios & Famílias: Armênios em São Paulo. São Paulo, Editora Sumaré.

MARCARIAN, M. N. (2008). "Diáspora Armênia no Brasil". Revista de Estudos Orientais, No.6. SãoPaulo, DLO/FFLCH/USP, p. 109-115. 

Língua

HACIKYAN, A.J. (2000c). "The Armenian Alphabet". In: HACIKYAN, A.J. (coord. ed. 2000). The Heritage of Armenian Literature: From the Oral Tradition to the Golden Age. Detroit, Michigan, Wayne State University Press. Cap. 7: "O Alfabeto Armênio". Tradução de Elaine Mathias de Castro (inédita).

KEROUZIAN, Y.O. (1970). Origens do alfabeto armênio. São Paulo, USP, tese de Doutoramento.

PALOMO, S. M. S. (1990). O Oriental e o ocidental no idioma armênio. In: Berezin, R. (org.): Cultura Oriental e Cultura Ocidental: Projeções. São Paulo, DLO/FFLCH/USP, 1990, p.367-75.

PALOMO, S. M. S. (1997). Sobre a posição do armênio dentro do indo-europeu. Revista de Estudos Orientais, no.1, março, 1997, p.177-183.

PATULO, A.A.P. (2001). Mesrob e a criação do alfabeto armênio. In: Armenusp I- Cadernos de armênio. São Paulo, Humanitas/FFLCH/USP, p.23-34.

Literatura

ARLEN, M.J. (1978). Passagem para Ararat. Rio de Janeiro, Paz e Terra. Tradução de Ana Teresa J. Reynaud.

CAMARGO, Y. M (1997). A importância dos Cantos de Goghten para a Literatura Armênia. Revista de Estudos Orientais, no1, março de 1997, p.105-122.

HACIKYAN, A.J. (2000a). "Armenian Mythology”. In: HACIKYAN, A.J. (coord. 2000). The Heritage of Armenian Literature. Volume I: From the Oral Tradition to the Golden Age. Detroit, Wayne State University Press. Cap. 5: "Mitologia Armênia". Tradução de Deize C. Pereira (inédita).

HACIKYAN, A.J. (2000d). "The Golden Age". In: HACIKYAN, A.J. (coord. ed. 2000). The Heritage of Armenian Literature: From the Oral Tradition to the Golden Age. Detroit, Michigan, Wayne State University Press. Cap. 8: "A Idade de Ouro". Tradução de Elaine Mathias de Castro (inédita).

HAMALIAN, L. (1980). As others see us: The Armenian Image in Literature. New York, Ararat Press.

KEROUZIAN, Y. O. (1978). Os documentos antigos da poesia armênia. Separata da Revista Língua e Literatura no. 7. São Paulo, FFLCH/USP, 1978.

KURKJIAN, Vahan M. (1958). "Armenian Mythology ". In: KURKJIAN, V. M. (1958). A History of Armenia. Chicago, Armenian General Benevolent Union of America. Capítulo XXXIV: " Mitologia Armênia ". Tradução de Deize C. Pereira (inédita).  http://penelope.uchicago.edu/Thayer/E/Gazetteer/Places/Asia/Armenia/_Texts/KURARM/34*.html

RAFFI (1880). Khent. Tradução de Charles Apovian. Publicação eletrônica: http://www.armenia.brasil.nom.br/davi/Sanazar/intro.htm

SAPSEZIAN, A. (1994). Literatura Armênia. Rio de Janeiro, Paz e Terra.

SAROYAN, W. (1934). "Seventy thousand Assyrians". In: SAROYAN, W. (1934). The Daring Yong Man on the Flying Trapeze and Other Stories. New York, New Directions Books. “70 Mil Assírios”. Tradução de Deize C. Pereira (inédita).

SAROYAN, W. (1939). "O homem com o coração nas terras altas". In: SAROYAN, W. (1992). O homem com coração nas terras altas e outras histórias. Portugal, Bertrand Editora. Trad. de Ana Cristina F. de Sousa.
SAROYAN, W. (1958)."The Armenian writers" In: SAROYAN, W. (1994). The William Saroyan Reader. New York, Barricade Books Inc. “Os escritores armênios”. Tradução de Deize C. Pereira (inédita).

VERNEUIL, H. (1985). Mayrig. São Paulo, Edicon. Trad. para o português de Charles Apovian.

YEGHIAZARYAN, L. (2006). "O Papel das traduções no desenvolvimento e estruturação da arte literária armênia". Revista de Estudos Orientais n.5, p.185-194.

Religião

DAVIDIAN, Vicente Pe. (1965). Vida de São Judas Tadeu: Apóstolo da Armênia. Impresso por Comissão Especial do Exmo. e Revmo.sr. Dom Manuel Pedro da Cunha Cintra, Bispo de Petrópolis. Petrópolis, R.J.

DINIZ, B. (1990). O paganismo na formação cultural da Armênia e suas projeções. In: Berezin, R. (org.): Cultura Oriental e Cultura Ocidental: Projeções. São Paulo, DLO/FFLCH/USP, 1990, p.307-314.

HACIKYAN, A.J. (2000b). "The Conversion to Christianity". In: HACIKYAN, A.J. (coord. 2000). The Heritage of Armenian Literature. Volume I: From the Oral Tradition to the Golden Age. Detroit, Wayne State University Press. Cap. 6: "A conversão ao cristianismo". Tradução de Deize C. Pereira (inédita).

MARCARIAN, M. N. (2006). "Cristianismo armênio". Handout do curso de difusão cultural Armênia: 4000 anos de cultura. São Paulo, USP.

SAPSEZIAN, A. (1997). Cristianismo Armênio. São Paulo, Bentivegna Editora.

Filmes

EGOYAN, Atom. (2002). Ararat. Canadá/ França.

VERNEUIL, Henri. (1993). Mayrig. França. 

VERNEUIL, Henri. (1992). 588 Rue Paradis. França.

PARAJANOV, Sergei. (1967).The colour of the pomegranates (“A cor das romãs”).