Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

8. Histórico

 

O curso de Armênio da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo (USP) iniciou suas atividades oficialmente em 1963 por intermédio do professor doutor Eurípedes Simões de Paula, quem foi grande incentivador e dos cursos de estudos orientais.

A cadeira de Língua e Literatura Armênia permanece desde a sua fundação como sendo a única de seu gênero em toda a América Latina.

O primeiro professor do curso foi o doutor Yessai Ohannes Kerouzian, que dedicou seus esforços para estruturação das aulas e criação dos primeiros materiais didáticos para o estudo do armênio em língua portuguesa. Kerouzian ainda publicou uma série de livros sobre língua, literatura e história da Armênia, além de artigos.

Ao longo de mais de cinco décadas, o curso de Armênio tem contribuído para a divulgação da cultura armênia e também para a formação de professores e pesquisadores nos estudos linguísticos, literários e culturais armênios.

O curso trabalha com um grupo de pesquisa certificado pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) em três linhas que abrangem língua, literatura, história, cultura e identidade armênias. De 2008 a 2013 foram realizados 8 iniciações científicas na área, neste ano 6 iniciaram.

No âmbito internacional o curso possui convênio com a Fundação Calouste Gulbenkian de Portugal que oferece subsídios para a manutenção e promoção do conhecimento na área.

Recentemente, todo o acervo de livros do curso foi organizado e catalogado, tornando-o mais acessível e disponível aos estudantes e pesquisadores.

A habilitação em armênio é parte do curso de Letras e conta com bacharelado e licenciatura e possui disciplinas optativas e abertas à terceira idade. O curso oferece ainda uma vasta gama de cursos de extensão nas mais diversas áreas dos estudos armênios.